ESTIMA-SE QUE, TODOS OS ANOS, OS OCEANOS SEJAM POLUÍDOS COM CERCA DE 4,8 MILHOES A 12,7 MILHÕES DE TONELADAS DE PLÁSTICOS.

Pegada ecológica e biocapacidade da Terra – o que são e como medir?

pexels-valentin-antonucci-1275393

Já todos ouvimos falar de pegada ecológica. Mas será que sabemos o que esta significa e implica?

Os conceitos Pegada Ecológica e Biocapacidade foram desenvolvidos pela Global Footprint Network para analisar o impacto dos comportamentos humanos no planeta. Sabermos o tamanho da nossa pegada ecológica é o primeiro passo para estarmos mais conscientes dos impactos dos nossos comportamentos no Planeta e para sabermos onde e como devemos alterar o nosso dia a dia.

O que é a Pegada Ecológica?

É a métrica utilizada para medir a relação entre os recursos produzidos pela natureza e o consumo humano. Ao analisar a pegada ecológica de cada cidadão a nível nacional, conseguimos compreender de que forma os recursos mundiais estão a ser consumidos. As pegadas ecológicas variam consoante os diferentes estilos de vida e padrões de consumo.

Como se mede a Pegada Ecológica?

A Pegada Ecológica utiliza uma unidade de área-equivalente que representa a capacidade de um hectare de terra com uma produtividade média mundial. Assim, dividindo a biocapacidade total da Terra pelo número total de hectares bioprodutivos, produz-se o valor da média “hectare global” (gha). Um hectare global é uma medida da capacidade inerente da biosfera para produzir biomassa útil, que é apropriada pelos seres humanos.

O que é a Biocapacidade da Terra?

É  a capacidade que os ecossistemas têm de produzir materiais biológicos úteis e de absorver os resíduos gerados pelos humanos, usando os esquemas de gestão atuais e tecnologias de extração.

O que é o défice de biocapacidade?

É a diferença entre a biocapacidade e a pegada ecológica. O défice de biocapacidade ocorre quando a pegada ecológica de uma população excede a biocapacidade da área disponível para essa população. Por outro lado, o excesso de biocapacidade existe quando a biocapacidade de uma região excede a pegada ecológica da população em causa.

Overshoot day

O Overshoot Day, ou Dia de Sobrecarga da Terra, é o Dia em que a Humanidade atinge o limite do uso sustentável de recursos naturais disponíveis para esse ano, ou seja, o orçamento natural​ anual. Este dia é calculado dividindo a biocapacidade do planeta pela pegada ecológica da humanidade, e multiplicando por 365. Os dados utilizados vão desde desde 1961 até aos últimos dados de 2017 (geralmente existe um intervalo de 3 a 4 anos entre o ano dos últimos dados e o presente devido ao processo de relatórios das Nações Unidas). 

O Earth Overshoot Day de 2020 foi a 22 de Agosto. No caso de Portugal, estima-se que o Overshoot day, em 2021, seja dia 13 de Maio. 

O último ano em que conseguimos todos viver com o nosso orçamento natural anual foi em 1970.

Biocapacidade mundial

O mapa acima, o “Explorador da pegada ecológica”, é uma ferramenta da Global Footprint Network que permite perceber a que nível está a biocapacidade de cada país, se em défice, se em excesso.

Mais de 80% da população mundial vivem em países que estão, neste momento, com défice de biocapacidade – ou seja, a utilizar mais recursos que aqueles que conseguem regenerar. 

No caso de Portugal, a pegada ecológica excede a biocapacidade do país em 243%.

Qual é a Pegada Ecológica de Portugal?

Como reduzir a Pegada Ecológica?

  • Antes de mais nada: Compreender a própria pegada ecológica!

Antes de fazer qualquer grande mudança, devemos perceber o que estamos a fazer bem e mal, quais os nossos comportamentos que estão a ter mais impacto e como é que podemos alterá-los.

O Global Footprint Calculator tem uma teste que nos diz qual a nossa pegada ecológica, quantos planetas seriam necessários se toda a gente vivesse como nós e qual o nosso overshoot day. E ainda dá dicas de como melhorar os nossos resultados. Faz o teste aqui

  • Reduzir o consumo de proteína animal.

A agropecuária é reconhecida pela ONU e cientistas como um dos maiores responsáveis pelos mais graves problemas humanos e ecológicos. Segundo a Food and Agriculture Organization, os animais criados para o consumo de carne, leite e ovos emitem mais gases de efeito estufa do que o combustível de todo o sistema de transporte mundial em conjunto.

  • Não desperdiçar comida.

Algumas formas de o fazer: preparar maiores quantidades quando cozinhamos e congelar refeições, ir às compras com lista e comprar só o necessário e aproveitar as “sobras” para fazer novos pratos. Já demos aqui ideias de receitas com as “sobras”.

  • Fazer separação do lixo

Fazer a separação do lixo para que seja reciclado é daquelas coisas que aprendemos na escola quando somos novinhos. Mas com tantos materiais, que por vezes nem conhecemos, pode tornar-se mais difícil. Saquem a app Waste App e, sempre que tiverem dúvidas de onde devem colocar alguma coisa, a app diz-vos!

  • Poupar água.

Guardar a água do banho é uma das melhores formas de poupar água – podemos usar essa água para cozinhar, para regar as plantas, limpar o chão, fazer chá. No caso de terem desumidificador em casa, a água pode (e deve!) ser utilizada. Cá em casa vai sempre para o balde da esfregona.

  • Consumir de forma responsável. 

Não comprar mais do que precisamos e escolher o local são bons pontos de partida para um consumo mais consciente. Tentar perceber de onde vem aquilo que vamos consumir ou usar, quem produziu e se precisamos, realmente, precisamos de o comprar.

  • Evitar viagens de carro que se podem fazer a pé/ de bicicleta.

Por exemplo, ligar o carro só para ir comprar pão ao supermercado? Talvez haja uma padaria à beira de nossa casa à qual dá para ir a pé. Ir de carro aos correios deixar uma carta? Porque não ir de bicicleta?

Sabes de que tamanho é a tua pegada ecológica?

Quantos planetas seriam precisos se todos vivessem como tu?

Qual é o teu Dia da Sobrecarga da Terra?

Partilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on twitter

Deixe um comentário

RECICLAR NÃO CHEGA

The truth is: the natural world is changing. And we are totally dependent on that world. It provides our food, water and air. It is the most precious thing we have and we need to defend it.

David Attenborough