ESTIMA-SE QUE, TODOS OS ANOS, OS OCEANOS SEJAM POLUÍDOS COM CERCA DE 4,8 MILHOES A 12,7 MILHÕES DE TONELADAS DE PLÁSTICOS.

Caderneta Sustenável I Zouri Shoes

Zouri Shoes Entrevista

Uma caderneta sustentável? O que é isso? Vamos ter cromos físicos? Não, descansem. Trata-se da nova rúbrica do Reciclar Não Chega!                       

Assim, numa altura em que estamos em confinamento, pretendemos alertar-te para a necessidade de, também neste período, não te esqueceres de que é necessário atuar. Neste sentido, convidámos alguns influenciadores e marcas a dar o testemunho, mostrando-nos que a mudança não é assim tão difícil. 

Seja através da redução do nosso consumo, da alimentação, do apoio à economia circular ou, simplesmente, mostrando à nossa rede o que tem vindo a acontecer naquele que é o NOSSO Planeta.

O autocolante de hoje destaca a Zouri Shoes, uma marca nacional que reutiliza plático encontrado na costa portuguesa nas suas criações.

Zouri Shoes Entrevista

1. Como surgiu a ideia de criar a Zouri Shoes?

O projecto nasce de um sonho de ajudar o planeta. A ideia nasceu em 2016 mas a marca ZOURI materializou-se em Janeiro de 2018. A vontade de aliar o know-how na área de calçado ao impacto social fez nascer a Zouri.

2. Quais os valores da Zouri Shoes?

A ZOURI é uma marca de calçado Eco-Vegan com Lixo Plástico do Oceano.

Um manifesto de sustentabilidade e de comércio justo com a seleção de materiais sustentáveis, naturais e éticos, como o pinatex, feito com folhas de ananás, pele de maçã, vegan e certificada, algodão orgânico certificado, cânhamo e linho produzido na Europa, cortiça e borracha natural.

Feitos à mão localmente de forma justa em Guimarães.

3. Quais foram as principais dificuldades da Zouri Shoes para tornar os seus produtos mais sustentáveis?

Sendo o nosso âmago a sustentabilidade, uma intensa pesquisa foi e continua a ser feita para selecionarmos os melhores materiais sustentáveis, naturais e éticos. 
 
Todo o processo, desde a recolha de plástico, transformação e incorporação na sola, conceção e produção do calçado ZOURI, embalagem e expedição foi e é estudado para sermos sempre mais sustentáveis.
 
Nesse sentido, rodearmo-nos de parceiros de produção que partilhassem dos nossos princípios e missão foi absolutamente crucial. Acreditamos na transparência e não estaríamos a ser fiéis à marca se todos os que fazem parte da ZOURI não acreditassem e não estivessem empenhados no mesmo objectivo.
 
Este será sempre o nosso caminho.

4. Até ao momento, qual foi a quantidade de plástico que conseguiram retirar dos oceanos?

Uma vez que reutilizamos lixo plástico do oceano nas nossas solas, uma etapa absolutamente crucial foi estabelecer os protocolos necessários com parceiros como autarquias locais, escolas e ONGs para nos ajudarem nas recolhas de praia por todo o país, como por exemplo as ONG’s Brigada do Mar e FOCA, escolas, a Câmara Municipal de Esposende e voluntários. 
 
No espaço de 3 anos, já recolhemos 4 toneladas de plástico dos oceanos e das nossas praias.
Zouri Shoes Plástico

5. Para além do plástico reciclado, utilizam outros materiais como a fibra da folha do ananás. Como conheceram essa alternativa? No que se distingue esse material (durabilidade, flexibilidade)?

Na busca por materiais sustentáveis, naturais e éticos descobrimos o Pinatex – nome comercial do material feito com a fibra da folha do ananás, um subproduto da indústria frutícola, que tradicionalmente é descartado ou queimado. Este foi o material escolhido para o lançamento dos sneakers ZOURI.

Para além das suas características de manutenção da temperatura corporal, flexibilidade e resistência à água, a empresa Pinatex apoia as comunidades agrícolas rurais, trabalhando diretamente com as cooperativas agrícolas. 
 
Esta simbiose possibilita um fluxo adicional de rendimentos para os agricultores que, de outra forma, dependeriam apenas da colheita sazonal. Uma vez retirada a fibra da folha, a biomassa restante pode ser reaproveitada como fertilizante natural ou biocombustível, potenciando uma perspetiva ambiental adicional.

6. Qual o maior desafio para uma marca sustentável como a Zouri Shoes para entrar num mercado que é dominado pela "fast-fashion"?

Acreditamos que o consumidor português está cada vez mais sensibilizado para as questões ambientais e progressivamente tem alterado os seus padrões de consumo, na procura de produtos que garantam a qualidade e simultaneamente a produção ética e sustentável. 
 
Foi também nesta perspetiva que surgiu a ZOURI: uma marca com uma missão clara, transparente e uma alternativa de calçado para acompanhar esta crescente e positiva tendência, que se tem acentuado face às actuais circunstâncias de pandemia.
 
Zouri Shoes Plastic

7. Qual o vosso produto estrela?

Sem dúvida, o nosso modelo EUNICEA em algodão orgânico certificado e proveniente de comércio justo, disponível em cinco cores (Nature, amarelo mostarda, azul, castanho-savanne e preto).

8. Qual o feedback que têm recebido por parte dos vossos consumidores?

O feedback não podia ser mais encorajador para continuarmos a nossa missão. 

A prova é que temos vários clientes que repetem a compra e que continuam a seguir de perto a nossa marca. 
 
Para além de que os levou a fazerem a primeira compra, que regra geral surge por estarem à procura de um alternativa sustentável, vegan, de produção justa e nacional, repetem porque ficaram muito satisfeitos com o design e conforto, que é depois cimentado pelo facto de termos alternativas adequadas a todas as estações do ano e unissexo.

Partilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on twitter

Deixe um comentário

RECICLAR NÃO CHEGA

The truth is: the natural world is changing. And we are totally dependent on that world. It provides our food, water and air. It is the most precious thing we have and we need to defend it.

David Attenborough