ESTIMA-SE QUE, TODOS OS ANOS, OS OCEANOS SEJAM POLUÍDOS COM CERCA DE 4,8 MILHOES A 12,7 MILHÕES DE TONELADAS DE PLÁSTICOS.

Caderneta Sustentável I Tiago Matos (Green Tribe)

Tiago Green Tribe

Uma caderneta sustentável? O que é isso? Vamos ter cromos físicos? Não, descansem. Trata-se da nova rúbrica do Reciclar Não Chega!                       
Assim, numa altura em que estamos em confinamento, pretendemos alertar-te para a necessidade de, também neste período, não te esqueceres de que é necessário atuar. Neste sentido, convidámos alguns influenciadores e marcas a dar o testemunho, mostrando-nos que a mudança não é assim tão difícil. 

Seja através da redução do nosso consumo, da alimentação, do apoio à economia circular ou, simplesmente, mostrando à nossa rede o que tem vindo a acontecer naquele que é o NOSSO Planeta.

O convidado de hoje é Tiago Matos, o autor da página de sustentabilidade Green Tribe. Querem conhecê-lo? 

Caderneta Sustentável I Especial Confinamento (1)

Tiago Green Tribe

1. Quem é o Tiago?

Sou um jovem de 26 anos, natural dos Açores, que tem uma enorme vontade de querer mudar o mundo e sensibilizar as pessoas a adotarem estilos de vida mais conscientes.

2. Como é que a sustentabilidade surgiu na tua vida?

Surgiu de forma natural. Não só pelo ambiente onde cresci, mas pelo escotismo. Claro que eu também acho que nasci virado para esta temática. À medida que fui crescendo, também me fui apercebendo de que a sustentabilidade ambiental depende muito de nós próprios.

A verdade é que ao ver o documentário Cowspiracy consegui perceber que o nosso padrão alimentar é insustentável. Mais tarde, percebi que o consumismo está a matar-nos sem nos apercebermos.

3. Porque é que há tão poucos homens a falar de sustentabilidade?

Porque homens preocupados com o ambiente ainda é um estigma que é considerado feminino. Os homens, em geral, têm um ego sensível nas questões de empatia com a natureza. Além de que biologicamente são menos afetados pelas alterações climáticas, o que causa maior indiferença.

Acredito também que é uma questão de patriarcado. A ideia de que a mulher deve tratar da casa, fazer reciclagem, entre outros.

4. Como influenciar a nossa família e amigos a uma vida mais amiga do ambiente?

Com muita paciência e tempo. Explicar sem o ponto de vista, quando nos é pedida a nossa opinião, sem fundamentalismos. 

Pode ser difícil e honestamente peco por isso.

5. Qual a maior mudança na tua vida desde que te tornaste mais sustentável?

Poderia dizer que foi a alimentação, que normalmente é a que mais custa às pessoas, sobretudo em Portugal, devido à nossa cultura gastronómica, mas essa foi a mais fácil.

Para mim todas foram fáceis, porque foram naturais e fizeram sentido. Mas talvez diria que a maior, do ponto de vista das pessoas, foi deixar de usar papel higiénico.

6. Se conseguisses voltar atrás no tempo, qual o conselho que darias ao Tiago no momento em que decidiu mudar o seu estilo de vida?

Vai com calma. Tudo a seu tempo. As pessoas vão ver o que tu vês.

7. Qual a tua maior frustração enquanto consumidor na altura de ir a um supermercado?

Ver produtos embalados sem sentido económico ou prático e ainda ver pessoas que consomem sacos de fruta como se fossem pipocas no cinema.

8. Se pudesses mudar uma coisa no mundo com um impacto ambiental positivo, o que farias?

Mudava a alimentação das pessoas e investia no isolamento térmico das casas.

9. Conta-nos um episódio que marcou a tua vida enquanto "Green Tribe".

O primeiro testemunho. Logo no início, quando recebi uma mensagem de uma seguidora a agradecer-me por ter-lhe criado consciência e por motivá-la a adotar um estilo de vida mais consciente.

E é esse mesmo o meu objetivo. Um a um.

10. Partilha 3 dicas de fácil adoção que qualquer pessoa pode seguir para ser mais sustentável.

  • Reduzir a proteína animal.
  • Recusar os sacos descartáveis e começar a usar os sacos que já existem em casa.
  • Recolher a água para aquecer o banho.
Tiago Matos Green Tribe

Queres sabe mais sobre o que tem feito o Tiago Matos no Green Tribe? Clica aqui.

Partilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on twitter

Deixe uma resposta

RECICLAR NÃO CHEGA

The truth is: the natural world is changing. And we are totally dependent on that world. It provides our food, water and air. It is the most precious thing we have and we need to defend it.

David Attenborough