ESTIMA-SE QUE, TODOS OS ANOS, OS OCEANOS SEJAM POLUÍDOS COM CERCA DE 4,8 MILHOES A 12,7 MILHÕES DE TONELADAS DE PLÁSTICOS.

Greenwashing, o que é?

greenwashing

Greenwashing não é um conceito recente. Mas, apesar de desconhecido a muitos de nós, está presente todos os dias.                             

Quem não reparou já, quando está de férias num hotel que, quase sempre, na parede da casa de banho há um autocolante que diz algo do género: “Reutilize a sua toalha de banho para salvar mais árvores”?

No entanto, se olharmos à nossa volta, temos mini embalagens de shampoo, gel de banho, creme hidratante e amaciador, todas em plástico. Temos copos para as escovas de dentes, pentes para o cabelo, e até kits de costura… tudo feito e/ou embalado em plástico. Assim, pedir para reutilizar as toalhas é uma forma de o hotel demonstrar que se preocupa com o ambiente, quando na verdade é uma forma de reduzir custos. 

Foi assim que, em 1986, o ambientalista Jay Westerveld criou o conceito de Greenwashing

Greenwashing

Green-Marketing

Quando organizações ou pessoas utilizam técnicas de marketing e relações públicas com o objetivo de criar uma imagem positiva acerca do seu grau de responsabilidade ambiental, desviando assim a atenção para os impactos negativos que, na verdade, estão a gerar.

Quando organizações ou pessoas desenvolvem e comercializam produtos que têm o objetivo de melhorar o meio ambiente para ganhar uma vantagem competitiva no mercado, demonstrando que se preocupam com o meio ambiente e com a comunidade que nele vive.

Como identificar Greenwashing:

Exemplo: “O produto é natural” ou “O produto tem benefícios para a saúde” (Mas não explicam o como ou porquê)

Exemplo: “O produto não contém CFCs” (CFCs não são permitidos na Europa)

“O produto é feito com materiais reciclados” (Mas não é reciclável)

greenwashing

A Catarina Barreiros, @Catarinafpb no Instagram, tem um episódio do seu podcast focado em Greenwashing que tem bastante informação interessante. Recomendo muito! 

No momento em que comecei a tentar ser uma consumidora mais consciente, cedi muitas vezes a técnicas de greenwashing, sobretudo quando um produto era anunciado como “eco”, “natural” ou “sustentável”. Eu comprava porque acreditava que era o melhor a fazer pelo ambiente! Mas nada como nos informarmos o melhor possível e analisarmos as marcas e produtos para sabermos que estamos a fazer a escolha certa.

E por aí, já repararam no quanto greenwashing está presente no nosso dia a dia?

Partilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on twitter

Deixe uma resposta

RECICLAR NÃO CHEGA

The truth is: the natural world is changing. And we are totally dependent on that world. It provides our food, water and air. It is the most precious thing we have and we need to defend it.

David Attenborough