ESTIMA-SE QUE, TODOS OS ANOS, OS OCEANOS SEJAM POLUÍDOS COM CERCA DE 4,8 MILHOES A 12,7 MILHÕES DE TONELADAS DE PLÁSTICOS.

Recusar e Repensar, já ouviste falar?

Recusar Repensar 5 R's

Sim, Recusar e Repensar fazem parte dos 5 R’s! Provavelmente e, tal como eu, foste ensinado na escola sobre a Política dos 3 R’s.

Reduzir, Reutilizar e Reciclar. Recordas-te também que sempre foi dado um maior ênfase ao terceiro, no entanto a solução não passa só por colocar as embalagens nos respetivos ecopontos. É preciso Reutilizar e Reduzir mas, fica a saber, que há mais.

Basta fazeres uma pesquisa pela Internet para perceber que existem outros R’s nesta equação, muitas vezes descurados. Refiro-me por isso ao Recusar e Repensar. Parece complicado? Estás enganado. 

A importância destes dois termos nos nossos hábitos de consumo é grande. Por muito que possas pensar que uma palhinha recusada não faz diferença, efetivamente faz. Basta que todos pensemos da mesma forma.

Recusar é assim, nos dias que correm, uma das armas que podes utilizar no teu dia-a-dia. Exemplos práticos?

  • Sacos de plástico;
  • Copos de café;
  • Garrafas de plástico;
  • Talheres descartáveis;
  • Brindes, amostras ou ofertas como shampoos e cremes.
Vamos dar-te um exemplo ainda mais concreto. Tenho a certeza de que, se não tivessemos enfrentado uma pandemia em 2020, as nossas redes sociais tinham sido invadidas por fotografias, vídeos, excertos de concertos e stories de… Festivais de Música.

Imagina um

Postura de um visitante:

  • Quero o máximo de brindes possível. Vou estar na fila para fazer todas as ativações de marca. Não me importo de esperar, porque vou receber algo em troca de certeza.
  • Festival só é Festival quando saiu de um recinto com uma mala cheia de brindes.
  • Quando chego a casa despecho a maior parte dos brindes numa caixa que raramente abro.

Postura de uma marca:

  • Preciso de produzir em quantidade brindes baratos para distribuir no Festival. Brindes baratos, significam brindes descartáveis (maioritariamente de plástico);
  • A oferta de um bom prémio está limitada a uma percentagem muito reduzida dos visitantes que recebo no stand (não há budget);
  • Produzimos brindes a mais para “não faltar”.

Atenção: esta é a minha experiência enquanto visitante e enquanto marca, pois já estive nos dois lados. Obviamente que existem excepções e que já se verifica a preocupação das insígnias com as questões ambientais. No entanto, basta olharmos para a imagem de baixo, retirada do ECO, para percebermos a real utilidade destes items na nossa vida (para além de pijamas e acessórios de Carnaval).

Recusar Repensar 5'rs

Pergunta para queijinho

Quantos dos brindes que ganhaste nos Festivais de Música utilizas atualmente?

Quantos estão parados no teu armário ou numa caixa sem previsão de que lhes deites a vista em cima?

Este exercício é apenas um exemplo de como, numa situação normal, poderias repensar a tua postura. Podes participar em todas as ativações pela questão da interação, sem ter o objetivo de levar mais uma bola anti-stress para casa. Recusar e Repensar são as palavras de ordem. 

Porque não questionar se a marca tem algum brinde eco-friendly? Se a resposta for negativa, podes sempre sugerir que produzam algo do género numa edição futura. 

Tenho a certeza de que esses brindes terão uma maior utilidade do que aqueles que estão parados no teu guarda roupa. 

Recusar e Repensar são assim os outros R's que se juntam ao Reciclar, Reduzir e Reutilizar.

Não basta lê-los. APLICA-OS.

Partilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on twitter

Deixe uma resposta

RECICLAR NÃO CHEGA

The truth is: the natural world is changing. And we are totally dependent on that world. It provides our food, water and air. It is the most precious thing we have and we need to defend it.

David Attenborough